Leone Serviços

Leone Serviços
Portaria Limpeza Zeladoria Motorista

Escreva abaixo para pesquisar assuntos tratados neste Site

Google+ Followers

Leia mais Noticias deste Site

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Meu vizinho está de Olho

O programa “Meu vizinho está de Olho!”, tem como objetivo conhecer o seu vizinho, saber quem mora ao seu lado, saber quem mora na sua rua.
Saber, sem invadir a privacidade alheia, quantas pessoas moram na casa do seu vizinho, que horas sai e chega seu vizinho, qual o nome do seu vizinho, ou seja, quem é o seu vizinho!!!Isso ajuda e muito na hora de uma emergência, pois conhecendo o seu vizinho, conhecendo seus hábitos, podemos saber ao certo se é uma emergência ou não.
O programa “Meu vizinho está de Olho!”, quer voltar ao tempo em que os vizinhos colocavam cadeiras na calçada e encerrava o seu dia conversando coisas corriqueiras, coisas das crianças, coisas da rua, e até, falando com seu vizinho do seu vizinho. Para que haja este entrosamento entre você e
seu vizinho não precisa muito, o básico é exercer a educação, a cidadania e a política de boa vizinhança.
Dizer "BOM DIA VIZINHO!", é simples, fácil, indolor, e, que irá com certeza fazer com que nosso dia e do nosso vizinho comece de forma mais feliz.
Seja você também um COORDENADOR da sua rua
dentro do Programa.
Informações:
Núcleo de Ação Local Vila Romana





Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Brasil e os Direitos Humanos





Amigos, muitas pessoas quando fala-se em direitos humanos, pensam logo em bandidos tendo suas penas reduzidas, mordomias ou outra coisa ligada a eles, mas infelizmente esquecem que Direitos Humanos é pra todos, inclusive pra você, mas foi criadoprincipalmente para dar um mínimo de amparo legal as pessoas menos favorecidas, dando a todos um pouco da necessidade básica para sua sobrevivência, vamos refletir e quando falarmos a respeito, falaremos e também e agiremos em prol desta Declaração Universal. 


10 de dezembro é o Dia Mundial dos Direitos Humanos. A data marca a proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) pelas Nações Unidas (ONU), em 1948. A DUDH é um marco na luta pelos direitos humanos em todo o mundo. Esta luta, no entanto, não se restringe a esta data; é uma luta permanente de todos/as que acreditam que a dignidade humana está acima de qualquer preço, aliás, nunca pode ter preço, mas só valor, e não está disponível em qualquer hipótese.


Leia mais sobre esta matéria em Mais Informações

Declaração Universal dos Direitos Humanos 62 anos



Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a
todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo,

Considerando que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultam em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os homens gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do homem comum,
 Leia mais em Mais Informações

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Porteiro de Condomínio


“A profissão de porteiro passou por uma grande evolução nos últimos anos. Não que antes ela tivesse sido simples. Só que, no passado, muita gente achava que a atividade se limitava ao controle de quem entra e quem sai do edifício”, afirma Rubens de Oliveira, diretor da Goden Star Segurança uma empresa de São Paulo que efetua projetos de Riscos de Segurança e mão de obra de Portaria, Segurança Armada e Escolta de Cargas.

Na visão dele, pouco a pouco as pessoas começam a perceber que “a portaria é por onde começa a segurança de um prédio ou de uma empresa”. Por isso, nos processos seletivos organizados por nossa empresa de segurança, os candidatos são cobrados em quesitos que vão desde a boa aparência - é exigido aos homens, por exemplo, que estejam sempre de barba feita - até ensino médio completo e conhecimentos em informática, bem como levantamento criminal, social, testes psicológicos e testes de aptidão, PCMSO e PPRA.

“Qualificação é o alicerce para toda e qualquer profissão. Buscamos profissionais que desejam crescer na carreira”, tratamos e treinamos nossos Porteiros nas mesmas condições de nossos Seguranças afirma a Rubens da Golden Star.

Nos últimos tempos, aliás, encontrar profissionais qualificados não tem sido tarefa fácil para as empresas, ainda a baixa remuneração está em primeiro lugar depreciando a função, somente com algumas vantagens adicionais, tais como benefícios e treinamentos mudam um pouco este panorama.

Na falta de mão-de-obra com capacitação específica, as empresas têm optado por candidatos formados em escolas de vigilantes. “Estes possuem um conhecimento na área de segurança”, mas este candidato é oportunista, pois não conseguiu qualificar-se em sua profissão e migrou a função de Porteiro, afirma Rubens.

Cursos de Segurança em Condomínio e atendimento ao público (em suma, tudo o que possa vir a auxiliar no trato do porteiro com o público em geral) também costumam ser levados em conta nos processos seletivos. Como muitas guaritas são informatizadas (e há casos de candidatos a vagas que sequer sabem ligar um micro), conhecimentos básicos em computação também estão sendo considerados fundamentais diz Rubens.

O treinamento básico para porteiros costuma ficar por conta das próprias empresas e dura, em geral, três meses. No decorrer do processo de qualificação, os profissionais recebem noções de como lidar com o público, atendimento telefônico, ou mesmo de como agir em casos de emergências ou sinistros nos condomínios, mas não basta parar por ai, uma empresa esta comprometida com seu cliente se manter seu funcionário supervisionado, treinado e reciclado periodicamente, muitas empresas prestam este tipo de serviço sem qualificação profissional, ou seja não estão amparadas em Leis vigentes, vendem serviços de segurança e implantam serviços de porteiros, ludibriando o cliente com falsas promessas.


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Escolta Armada



escolta-armadaA migração do roubo de agências bancárias para os roubos de cargas tem entre seus fatores determinantes os fortes investimentos em segurança eletrônica efetuados por bancos e diversas entidades relacionadas ao segmento, somados ao serviço de inteligência das polícias que investigam e atuam contra a ação de quadrilhas especializadas. Sem contar que se trata de um setor que movimenta atualmente pelo País mais de R$ 40 bilhões em mercadorias, o que aguça o interesse dos contraventores das rodovias.
Segundo Sr. Emidio Campos, Gestor de Segurança, 81% dos roubos de cargas registrados no Brasil acontecem no Sudeste, um prejuízo que chega a R$ 660 milhões por ano somente nesta região. “A região Sul aparece em segundo lugar, com mais de mil casos e prejuízo de R$ 102,5 milhões.
O Sudeste está se tornando um alvo em potencial, por fazer parte da rota Norte-Sul, que passa pelas BRs 116 e 101”. Anualmente, o prejuízo vai além de R$ 1 bilhão, já que muitos dos casos não são notificados. Esses danos são inicialmente arcados pelas empresas e seguradoras, para, em seguida, serem repassados aos consumidores.
No entanto, de acordo com Rubens, é possível que empresas se resguardem contra este tipo de roubo, investindo em segurança segundo alguns parâmetros. “É imprescindível contratar o seguro, que pode estabelecer algumas exigências conforme o tipo de mercadoria, valor da carga e o itinerário”, explica.
Entre as exigências das seguradoras para efetuar a apólice da carga estão, em ordem crescente: que a carga seja transportada por frota própria (por um funcionário registrado, com treinamento e que conheça a fundo a rotina da empresa); que a carga seja transportada por caminhão rastreado; ou, ainda, que seja contratado um serviço de escolta armada, em situações onde a carga possua um valor muito alto, quando nem o veículo próprio ou o rastreamento sejam entendidos pela seguradora como suficientes.
Ele lembra que, há anos, as empresas de logística e transporte investem milhões em tecnologia aplicada à frota, com uso de sensores, travas, alarmes, sirenes e uma série de dispositivos que permitem o monitoramento on-line do veículo. “Mesmo assim, a segurança desenvolvida pela empresa de escolta armada é indispensável em muitos casos, pois se trata de um serviço ininterrupto, prestado por agentes especialmente treinados e habilitados pela Polícia Federal para minimizar o risco das ações criminosas e combatê-las quando necessário”.
Ações criminosas priorizam cargas de venda fácil
Entre as cargas mais procuradas pelos ladrões das estradas estão aquelas com alta liquidez e difícil rastreabilidade, ou seja, produtos que podem ser vendidos rapidamente, como remédios, alimentos, têxteis, pneus, combustíveis, produtos metalúrgicos e químicos, cigarros, equipamentos eletrônicos e de informática, cobre e aparelhos celulares.
As abordagens mais freqüentes nas rodovias acontecem com a interceptação do veículo em movimento; durante carona a uma pessoa que age em parceria com os bandidos; a abordagem ao motorista em seu descanso ou alimentação e, por fim, quando o motorista está envolvido com os criminosos e simula um assalto. Em todas estas situações, o serviço de escolta armada inibe a ação criminosa e representa uma ferramenta extremamente eficiente, visando a entrega da carga no tempo e local planejado com a segurança necessária. “As empresas de escolta armada não podem atuar apenas como fornecedores de mão de obra. É indispensável que tenha impregnada em suas rotinas a atividade do gerenciamento de risco, que contempla o planejamento e execução de cada missão, dia a dia, na busca pela redução da exposição ao risco”, finaliza Rubens de Oliveira.



Emidio Campos 
Gestor de Segurança 
http://segurancadecondominio.blogspot.com

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Escolta Armada





Escolta Armada 

A Escolta Armada com equipes treinadas e capacitadas, contamos com uma estrutra sólida, eficiente e um know how de décadas de experiência. frota de veículos novos e rastreados por sistemas via satélite com cobertura nacional; Equipe altamente qualificada, treinada e preparada para as exigências do cotidiano. 


Armamento e Coletes adequados e tecnologia de ponta proporcionam o sucesso das operações, com índice ZERO de ocorrências. A capacidade de atender as solicitações num tempo que otimize as operações garantem a satisfação do cliente





Monitoramento em nossa Central Operacional

A Central de Monitoramento da Segurança acompanha as suas operações desde o embarque até a entrega. Os operadores responsáveis por todo o processo trabalham com número reduzido de missões, são treinados e preparados para melhorar o desempenho de cada operação. A tecnologia empregada e todos equipamentos utilizados são de última geração e passam por atualizações constantes.




Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Criminosos invadem condomínio disfarçados de policiais em SP


Criminosos armados com fuzis sequestraram um funcionário e se passaram por policiais para invadir um condomínio de luxo em São Paulo. Este foi o 21º arrastão do tipo este ano na capital.

Na ação, um vigilante do condomínio foi sequestrado pelos bandidos e obrigado a abrir o portão para a quadrilha. Ao todo, 18 homens armados com fuzis e pistolas semi-automáticas participaram da invasão. Alguns, com algemas e distintivos, se passaram por policiais para render os moradores.

A quadrilha assaltou duas das oito casas do condomínio, cada uma avaliada em R$ 1 milhão. Os ladrões já tinham roubado jóias, dinheiro e um carro blindado de um morador, quando a PM chegou. Houve tiroteio, mas ninguém se feriu e o grupo conseguiu fugir. As câmeras não gravaram o crime porque fazem apenas o monitoramento.

Este foi o 21º arrastão a condomínios na cidade de São Paulo em 2010, o mesmo número registrado em todo o ano passado. Segundo a polícia, uma das principais táticas das quadrilhas é se passar por policiais para invadir casas e edifícios.

Em setembro, três bandidos entraram em um prédio em São Paulo com uma viatura clonada da Polícia Civil e usando uniformes da corporação. Eles subiram com um falso mandado judicial até um apartamento. O roubo só não deu certo porque a moradora desconfiou. Em seguida, o trio foi até uma mansão, onde conseguiu convencer um funcionário a abrir a porta. As imagens exclusivas mostram um dos bandidos, que usava a mesma camiseta preta com a inscrição Polícia Civil.


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Empresária sequestrada próximo ao seu condomínio


Empresária é salva após sequestro em São José

Vítima foi arrebatada no Colinas, por volta das 7h50, e libertada na zona sul da cidade




Uma história de violência que teve um final feliz. Depois de duas horas sequestrada, uma empresária de São José dos Campos conseguiu se libertar dos criminosos no Parque Interlagos, na zona sul da cidade.
O sequestro ocorreu às 7h30, em um semáforo próximo ao Residencial Colinas, condomínio  onde vive a família, dona de uma imobiliária e uma construtora no centro.
O caso foi registrado na Deas (Delegacia Especializada Anti-Sequestro). Após roubarem um Fiesta preto, momentos antes, em um lava-rápido da Vista Verde, Alexandre Luiz de Souza, 29 anos, e Márcio de Matos Leonel Júnior, 28 anos, seguiram até a rua Coronel Miguel Taquete, próximo ao condomínio da empresária.
Desceram do veículo e abordaram a vítima, Vera Lúcia Sá, que estava em um carro Santa Fé de cor prata.
sequestro/ No carro da vítima, os bandidos seguiram com ela em direção à zona sul. Motoristas que viram o arrebatamento telefonaram para a PM, que colocou o helicóptero Águia em ação.
Os bandidos deixaram a empresária amarrada dentro do carro, no Parque Interlagos, e iniciaram uma negociação de resgate com o filho da vítima.
Neste intervalo, a empresária conseguiu se soltar e pedir ajuda a uma moradora do bairro.
Sem saber que a vítima havia se libertado, os ladrões negociaram um resgate de R$ 40 mil, mas acabaram fechando acordo por R$ 8 mil.
O pagamento ficou acertado para acontecer no Km 154 da Via Dutra, próximo ao viaduto da Johnson & Johnson. Quando os sequestradores chegaram lá, foram surpreendidos pelos policiais. Alexandre foi detido e Márcio segue foragido.
A ação na Via Dutra foi flagrada por câmeras do COI (Centro de Operações Integradas). 


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Marinha apoio o Bope na retomada de morro no Rio de Janeiro

Tanques da Marinha


Equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope)  fazem uma megaoperação na região das favelas na Penha, subúrbio do Rio no final da manhã desta quinta-feira (25). Seis veículos blindados da Marinha e dois caminhões  deixaram há pouco o quartel de fuzileiros navais, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.
Assista ao video
A expectativa é que os policiais se dirijam par a Vila Cruzeiro, onde bandidos armados se concentram. O comboio da polícia,  com mais de dez veículos do Bope, chegou à região hoje cedo. O clima é de tensão na região.
Mais cedo, quatro homens em duas motocicletas tentaram utilizar um caminhão de lixo para bloquear a passagem na Rua Tenente Luís Dorneles, na entrada do Grotão, na Vila Cruzeiro. Segundo a Comlurb, os bandidos teriam ordenado que o motorista permanecesse no local bloqueando o acesso à comunidade. Ainda de acordo com a empresa, depois de dar a ordem, eles teriam deixado o local e o motorista ligou o caminhão e fugiu.
Hospital tem emergência reforçadaA Secretaria estadual de Saúde informou que reforçou o atendimento nesta quinta-feira (25) na emergência do Hospital Getúlio Vargas, na Penha, no subúrbio do Rio. Médicos do Corpo de Bombeiros foram deslocados para a unidade para atender os possíveis feridos da operação policial na Vila Cruzeiro, no mesmo bairro.
Além dessas vítimas, a Polícia Militar confirma 23 mortos em operações na cidade desde segunda-feira (22)Segundo a secretaria, desde a última quarta-feira (24), 21 pessoas que estariam na comunidade durante o confronto entre a polícia e os criminosos chegaram feridas ao hospital. Dessas, quatro morreram e três continuam internadas na unidade.
Ataques desta quinta-feira (25 de novembro de 2010)
Bombeiros foram acionados na manhã desta quinta-feira (25) para conter as chamas de um ônibus na Rua Caxambu, perto da estação do metrô de Irajá, e de outro na Rua Guiraréia, ambas no bairro de Rocha Miranda, no subúrbio do Rio. Eles chegaram a confirmar os dois veículos incendiados, mas, ao chegarem à Rua Guiraréia, os bombeiros encontraram apenas pneus em chamas, e não um ônibus.
Policiais do 9º BPM (Rocha Miranda) ainda não confirmaram se os incêndios foram criminosos ou não. Não há informações sobre vítimas.
Nesta madrugada, foram outros 4 ataques em diferentes pontos do estado e deixaram uma pessoa ferida, totalizando 5 veículos incendiados nesta quinta (25). Segundo a Polícia Militar, os ataques foram registrados na Penha, no subúrbio; em Mesquita, na Baixada Fluminense; em Laranjeiras, Zona Sul; e na Barra da Tijuca, Zona Oeste. Desde segunda-feira (22), já foram registrados 42 incêndios em carros, vans, ônibus e caminhões.


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Bope com blindados da Marinha sobem o morro no Rio de Janeiro




Tanques da MarinhaBlindados da Marinha auxiliam Bope (Foto
Reprodução/TV Globo)
Segundo a secretaria, desde a última quarta-feira (24), 21 pessoas que estariam na comunidade durante o confronto entre a polícia e os criminosos chegaram feridas ao hospital. Dessas, quatro morreram e três continuam internadas na unidade.
Além dessas vítimas, a Polícia Militar confirma 23 mortos em operações na cidade 




O delegado Rodrigo Oliveira, subchefe operacional da Polícia  Civil, disse, por volta das 17h40 desta quinta-feira (25), que a Vila Cruzeiro, na zona norte do Rio de Janeiro, "agora pertence ao Estado e à sociedade carioca". A favela está ocupada por aproximadamente 200 policiais civis e militares - o Bope (Batalhão de Operações Especiais) também continua no local.
Ainda segundo o delegado, as operações continuam a ser realizadas na comunidade para que se alcance todos os objetivos. Ele disse ter presenciado cenas violentas nesta quinta, que caracterizou como um "dia histórico", como carros e caminhões queimados. Ele afirmou ter visto várias marcas de sangue, mas ainda não confirmou mortos.
- Muitos criminosos se deslocaram para o complexo do Alemão, mas ainda há bandidos na Vila Cruzeiro. Os chefes já saíram da Penha.
Os cinco blindados da Marinha que estavam na operação saíram da comunidade e foram para o batalhão de Olaria (16º BPM).

Ônibus incendiadoBombeiro tenta conter as chamas do ônibus na rua Caxambu nesta quintaEmidio CamposGestor de Segurançahttp://segurancadecondominio.blogspot.com

Fuga de Bandidos no Rio de Janeiro



A entrada de 350 policiais na Vila Cruzeiro, na Penha, no subúrbio do Rio, provocou a fuga em massa de criminosos da comunidade. Sob ataque da polícia, eles fugiam por uma estrada no alto da favela a pé, em motos e picapes. Imagens gravadas de um helicóptero mostraram mais de cem homens entrando fortemente armados na mata, numa via que seria um dos acessos para o Conjunto de favelas do Alemão, na mesma região. Pelo menos dois deles foram atingidos enquanto tentavam fugir, mas foram resgatados pelos próprios comparsas.
Momentos depois foi possível ver alguns dos bandidos chegando tranquilamente na comunidade. 
Um outro vídeo mostra o grupo se escondendo atrás de uma pedra e, na sequencia, tentando alcançar um acampamento do tráfico montado na mata.
Mais de uma hora depois de a polícia entrar na Vila Cruzeiro, na Penha, no subúrbio do Rio, a megaoperação ganha reforço para uma nova fase na ocupação. São mais de 200 policiais civis, três blindados da Marinha, totalizando nove desde esta manhã, e quatro caveirões do Bope. Além de agentes, eles levam reforço de munição.
Policiais do Bope retiraram um caminhao que bloqueava uma das ruas da favela. Mais cedo, um policial e um jovem, de 21 anos, ficaram feridos na região.
A polícia entrou nesta quinta na Vila Cruzeiro para prender criminosos que, segundo serviços de inteligência, deixaram comunidades pacificadas chamadas UPPs, as Unidades de Polícia Pacificadora.
A ação da polícia foi liderada pelo Bope, o Batalhão de Operações Especiais, usou ao menos 150 homens e teve o apoio da Marinha, que cedeu seis blindados.

O balanço mais recente da PM indica que 14 veículos foram incendiados nesta quinta. Desde domingo (21) até as 11h30 desta quinta, a PM contabiliza 55 veículos queimados, 55 presos, 121 detidos, 29 armas curtas apreendidas, além de 11 fuzis, 2 espingardas e 5 granadas.Desde domingo, o Rio de Janeiro vive uma onda de violência, com arrastões, veículos queimados e ataques a forças de segurança. Segundo o governo do Rio, é uma reação à política das UPPs, quando a polícia ocupa áreas antes dominadas por criminosos. Desde 2008, 13 dessas unidades foram instaladas na cidade.


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Blindados da Marinha tomam conta do Rio de Janeiro



Blindados é só a primeira dose, diz Beltrame (Tasso Marcelo/AE)

Secretário de Segurança do Rio fiz que apoio é estratégico. 
Armamentos reforçam a polícia em megaoperação na Zona Norte do Rio.


O secretário de Segurança Pública do estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, disse na manhã desta quinta-feira (25), em entrevista à rádio CBN, que o movimento de veículos blindados na região da Penha, Zona Norte do Rio, é "a primeira dose" do apoio da Marinha à polícia do Rio. "Este movimento de blindados faz parte da colaboração da Marinha. Foram para a Zona Norte para que transportemos tropas para aquela região. Daí para frente o que vier é estratégia, e não posso revelar para não colocar a população em risco", disse Beltrame.
Equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e fuzileiros navais fazem uma megaoperação na região das favelas na Penha, subúrbio do Rio no final da manhã desta quinta-feira (25). Seis veículos blindados da Marinha e dois caminhões com fuzileiros deixaram logo cedo o quartel de fuzileiros navais, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Beltrame diz que o uso de equipamentos da Marinha é fundamental para a operação de combate à criminalidade.
Leia mais em Mias Informações

E Mail do Consultor - comercial@leoneservicos.com.br - Skype emidiocampos

Policia Militar de São Paulo

Policia Militar de São Paulo
Apoio Leone Terceirizações

Doação de Orgãos

Faça a campanha em seu condominio
POR QUE DOAR?A carência de doadores de órgãos é ainda um grande obstáculo para a efetivação de transplantes no Brasil. Mesmo nos casos em que o órgão pode ser obtido de um doador vivo, a quantidade de transplantes é pequena diante da demanda de pacientes que esperam pela cirurgia. A falta de informação e o preconceito também acabam limitando o número de doações obtidas de pacientes com morte cerebral. Com a conscientização efetiva da população, o número de doações pode aumentar de forma significativa. Para muitos pacientes, o transplante de órgãos é a única forma de salvar suas vidas.Saiba mais no Site:http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/transplante-de-orgaos/doacao-de-orgaos.php
Divulgação Emidio Campos:. Consultor de Segurança

Evento Jovem Brasileiro

Evento Jovem Brasileiro
Gestor de Segurança Emidio campos

Veja como aumentar a segurança do seu condomínio



Arquivo do blog

Evento Jockey Club

Evento Jockey Club
Leone Serviços

Leone Serviços de Portaria

Leone Serviços de Portaria
Treinamento Israelense

Lei 4591/64 sobre Condomínios

Lei 4591/64 sobre Condomínios
Clique na foto e Leia esta lei