Leone Serviços

Leone Serviços
Portaria Limpeza Zeladoria Motorista

Escreva abaixo para pesquisar assuntos tratados neste Site

Google+ Followers

Leia mais Noticias deste Site

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Segurança Patrimonial do Condomínio




SEGURANÇA PATRIMONIAL DO CONDOMÍNIO

É muito importante conhecermos o conceito de segurança para podermos desenvolver ações
preventivas.

A palavra segurança tem sua origem do latim “securitas” - medidas destinadas à garantir a integridade de pessoas, bens e instituições.

É a integração de medidas e normas, com adequações físicas, agregadas ao profissional especializado e a alta tecnologia.

O maior desafio da segurança, é antever e dar soluções para as situações de perigo.

Não se pode esquecer que a responsabilidade pela segurança do sistema é de TODOS.

Qual a maior arma utilizada pelos bandidos?

É O FATOR SUPRESA!

Por isso, a melhor maneira de evitar um sinistro é fazer um trabalho de PREVENÇÃO.

Neste trabalho devem ser analisados os riscos pessoais e das instalações físicas.
Os síndicos devem solicitar aos consultores de segurança que o assessorem nas
analises dos riscos e na elaboração dos planos de segurança do condomínio.
De posse dessas informações deve-se elaborar um Plano de Segurança, que
pode ser dividido em 3 etapas.

1ª PLANO FÍSICO – é a analise criteriosa das instalações físicas onde deve-se
adequá-las visando dificultar o acesso evitando ao máximo a invasão.
Ex. Construção de clausuras nas entradas de pedestres e nos acessos à veículos.

Como aliado importante, temos a utilização dos equipamentos eletrônicos, que
tem como principal função, auxiliar os funcionários e moradores na vigilângia das instalações.

Ex.: Controle de Acessos - Sensores de alarmes – Circuito Fechado de
Televisão (CFTV)

2ª PLANO OPERACIONAL – consiste em procedimentos operacionais
com regras especificas para cada integrante do sistema (condômino -
moradores – funcionários e usuários), as quais deverão ser aprovadas em
assembléia e obedecidas por TODOS.

3ª PLANO DE CONTINGÊNCIA - definição das situações críticas, de modo que
todos os envolvidos no sistema, durante a concretização do risco possuam um
roteiro de ações que devem ser implementadas, visando o restabelecimento da
normalidade, tendo em vista que toda situação crítica gera uma urgência.

Após a fase de planejamento deve-se dar muita atenção ao treinamento dos
funcionários que estarão na operação de todo o sistema e conscientizar os
condôminos e moradores, através de palestras, circulares e quadros de avisos,
para manterem-se integrados.

Em função de suas características , cada condomínio deve estudar o que melhor
lhe convém, proporcionando um maior estado de segurança a TODOS.
Para auxiliar o planejamento da segurança, o Secovi publicou o Manual de
Segurança Patrimonial, voltado para os condomínios, e realiza constantes cursos
para através da Universidade Secovi.

É importante consultar um especialista em segurança condominial para elaborar
um plano de segurança, mas relacionamos aqui algumas orientações que irão
colaborar:


AO SÍNDICO

• Instituir uma Comissão de Segurança do Condomínio
• Apoio da Administradora
• Consultoria Especializada em Condomínios
• Fiscalização permanente
AOS CONDÔMINOS E OCUPANTES
• Mantenha o Regimento Interno sempre atualizado e condizente com a realidade
atual;
• Acatar as instruções dadas aos zeladores e porteiros quanto aos itens de
orientação aos mesmos;
• Ao entrar no prédio com o carro, verificar se há outro veículo atrás do seu e se
os ocupantes são moradores do edifício;
• Não abrir a porta do apartamento em hipótese alguma se não autorizou a entrada
de alguém, mesmo que o porteiro ou o zelador esteja do lado de fora, insistindo;
• Orientar os filhos para não cedam detalhes sobre o cotidiano dos seus pais,
quanto recebem, bens que possuem, horários que saem e chegam, até mesmo
em bares, lanchonetes, danceterias, para evitar assaltos e seqüestros;
• Desconfie da empregada doméstica muito eficiente que aceita baixo
salário;
• Pode-se solicitar Atestado de Antecedentes na Delegacia de Polícia
Civil da Região.


AOS EMPREGADOS
DECÁLOGO DE SEGURANÇA

1) Ao entrar e sair de seu turno de trabalho, certifique-se de que não está sendo
observado ou seguido por pessoas estranhas.
2) Identifique sempre as pessoas que estão no interior dos veículos que acessam
a garagem. Peça para que os vidros sejam abertos.
3) Não comente com estranhos, familiares ou conhecidos, as instruções e rotinas
de seu trabalho.
4) Não fale quem são os moradores do condomínio, nem sobre seus hábitos e
bens patrimoniais.
5) Não forneça informações sobre a estrutura física do condomínio e nem sobre
equipamentos instalados.
6) Não permita que pessoas estranhas se aproximem o suficiente para imobilizálo.
7) Não se ausente da portaria para identificar pessoas na área externa.
8) Não permita a permanência de pessoas estranhas ao serviço no interior da
portaria.
9) Visitantes e prestadores de serviço devem permanecer no lado externo do
condomínio. O contato com eles deve ser feito pelo interfone.
10)Lembre-se que a ação criminosa é sempre planejada e que os bandidos se
aproveitam de distrações. FIQUE ATENTO.
• Todos os funcionários devem sempre estar uniformizados, porém evitando
utilizar o uniforme fora do condomínio;
• O condomínio deve possuir uma linha telefônica na portaria ou guarita;
• Zeladores e porteiros bem preparados são a melhor segurança.


UTILIZAÇÃO

• Crachás para identificar prestadores de serviços;
• Telefone na portaria e um sistema de alarme que toque em algum prédio vizinho;
• Monitoramento por empresa especializada com botões de pânico para o zelador,
porteiro e vigias;
• Equipamentos auxiliares compatíveis com seu prédio: alarmes, sensores, circuito
fechado de TV (CFTV), vigias com rádios transmissores e receptores, etc.;
• Caso o condomínio não tenha condições da aquisição de algum equipamento, é
possível realizar a locação e definir as prioridades;
• É aconselhável manter boa iluminação nos locais de acesso ao prédio,
portões eletrônicos nas garagens, espelhos côncavos nas portarias para
melhor visão dos visitantes, vigilância nas escadarias e garagem dos
prédios.
• Os treinamentos e a orientação aos vigias e porteiros sobre os procedimentos
adequados são essenciais;
• Como é proibido reter documentos, é aconselhável exigir apresentação do
mesmo, anotando num livro nome, número e apartamento que o visitante irá,
não esquecendo de verificar a autenticidade. Nos condomínios comerciais, é
importante ter um sistema de controle de acesso eletrônico;
• Manter ficha cadastral com dados de todos os moradores e funcionários,
possibilitando sua rápida localização e/ou dos familiares em caso de emergência.


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Riscos na Segurança do Condomínio


A segurança preventiva dos condomínios está diretamente ligada à mudança de hábitos de síndicos, moradores e funcionários, informa a Lello, empresa de administração de São Paulo, que levantou os dez principais erros de comportamento que devem ser evitados para não expor os edifícios a riscos desnecessários.
Descumprir as próprias normas estabelecidas pelo condomínio é a primeira atitude a ser banida, com multas se necessário, pois desestrutura qualquer sistema de segurança. Outro erro muito comum é em relação ao controle de acesso para a garagem. “O profissional de portaria não pode querer identificar o veículo, mas especialmente quem está dentro do veículo. E, na dúvida, não abrir o portão”.
Por vezes os condôminos não se preocupam em observar o movimento das áreas internas do condomínio pelo circuito de TV, comprometendo todo o investimento em equipamentos de segurança. Além disso, é comum que as pessoas, ao chegar próximo do edifício, esqueçam de verificar se há estranhos nas imediações ou mesmo se os funcionários de vigilância e portaria estão devidamente posicionados.
Outro equívoco básico é o morador entrar no condomínio juntamente com visitantes. As visitas devem passar sempre por um sistema de identificação, por mais incômodo que esse procedimento possa parecer, afirma Bamonde. E o condômino jamais deve pedir ao porteiro que permita a entrada de alguém que ainda não tenha de fato chegado. A visita deve ser anunciada ao morador na hora.
Porteiros não devem deixar, nunca, seu posto, ainda quer por poucos minutos, sem nenhuma cobertura. Nesse caso, deve-se chamar outro profissional – faxineiro ou zelador – para ficar na guarita. A presença de equipamentos como rádio e TV nas portarias também é incorreta, pois pode tirar a atenção do profissional. Apenas um monitor com imagens do circuito de câmeras deve ser mantido.
Deixar as chaves do apartamento ou do carro na portaria e repreender funcionários que causem algum transtorno justamente por cumprir as normas de segurança do condomínio são outras práticas que devem ser abolidas.

Veja o resumo dos principais riscos:
- Desrespeitar as normas de segurança pré-estabelecidas.
- Porteiro abrir o portão da garagem ao identificar apenas o carro, sem verificar quem está no interior do veículo.
- Morador não observar o movimento nas áreas comuns do condomínio pelo circuito de TV antes de sair da unidade.
- Ao chegar ao condomínio, não verificar se há estranhos nas imediações.
- Entrar no prédio juntamente com visitantes.
- Autorizar o porteiro que libere antecipadamente a entrada de uma visita que ainda não chegou.
- Funcionário deixar a portaria vazia, sem cobertura de outro profissional.
- Equipamentos de rádio e televisão na portaria.
- Morador deixar as chaves do apartamento ou do carro na portaria.
- Condômino repreender funcionário que cumpre uma norma de segurança.


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Crime no condominio bandidos tinham senha de acesso

Felippe Aníbal/ Gazeta do Povo / Vítimas foram assassinadas nesta casa, em condomínio de São José dos Pinhais

Os autores de um triplo homicídio, ocorrido no bairro Borda do Campo, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, tinham a senha de acesso ao condomínio de classe média, onde o crime aconteceu. É o que aponta o delegado Osmar Dechiche, responsável pelas investigações. Os assassinatos aconteceram no Condomínio Morada do Sol – que reúne pequenas chácaras – cuja entrada só é liberada depois de digitada no porteiro eletrônico uma senha de seis números e duas letras.
Na residência do lote número 52, foram executadas três pessoas de uma mesma família. O advogado criminalista Teomar Piaceski, de 38 anos, foi morto com dois tiros na face. A mulher dele, Lidiane Cristine Cortes Muhlstedt, de 28 anos, que era advogada trabalhista, também foi assassinada com dois tiros. A mãe de Piaceski, Marli Salete Jacob Muller, de 54 anos, morreu depois de ter sido atingida por dois disparos: um na cabeça e outro na mão.
Felippe Aníbal/ Gazeta do Povo
Felippe Aníbal/ Gazeta do Povo / Condomínio onde se encontra a residência em que as vítimas foram assassinadasAmpliar imagem
Condomínio onde se encontra a residência em que as vítimas foram assassinadas
Advogados estavam casados há apenas 45 dias
Os advogados Piaceski e Lidiane eram casados havia aproximadamente 45 dias. Marli era agente de apoio da Polícia Civil de Matinhos, e estava em São José dos Pinhais para visitar o filho, aproveitando que nesta terça-feira é feriado na cidade do Litoral.
O irmão de Piaceski e filho de Marli, Erickson Piaceski, esteve no local do crime junto com a polícia e chegou a ver os corpos dos familiares. Na tarde desta terça, ainda sob o impacto do caso, ele ajudava familiares a limpar a casa. Segundo ele, o irmão era um homem benquisto por todos e não tinha inimigos.
O morador do condomínio Alcides Silva era amigo de Piaceski e o descreveu como uma pessoa de fácil convivência e um ótimo vizinho. “Este crime surpreendeu a todos os moradores. Agora, precisamos rever pontos que diz respeito à segurança do condomínio”, disse. Ainda nesta terça, os moradores fariam uma reunião para discutir medidas que possam ser adotadas para ampliar a segurança no local.PF cumpre 5 mandados de busca em instituições de ensino no Paraná

As investigações apontam que os criminosos entraram no condomínio em um carro – cujo modelo não foi divulgado pela polícia – e se dirigiram ao lote onde fica a residência das vítimas. Os autores do crime teriam entrado com o veículo na garagem da propriedade e, por isso, a polícia pressupõe que alguém abriu o portão da casa para que os assassinos entrassem.
Os corpos foram encontrados na manhã desta terça-feira (29) pela empregada doméstica da família, quando ela chegou para trabalhar. Entretanto, as investigações apontam que o crime deve ter acontecido por volta das 20h30 de segunda-feira. Vizinhos do lote das vítimas informaram ter ouvido uma série de disparos, mas acreditaram ser som de fogos de artifício, em comemoração à vitória do Brasil na Copa do Mundo.
Execução
Segundo o delegado, Piaceski foi assassinado no quarto do casal e o corpo do advogado estava recostado à parede. As duas mulheres foram mortas na cozinha. Segundo familiares das vítimas, Lidiane estava com uma cuia de chimarrão nas mãos, o que indica que elas foram pegas de surpresa pelos criminosos.
Na casa, foram encontradas cinco cápsulas deflagradas de arma calibre 45 e uma intacta de calibre ainda não identificado. Segundo Dechiche, é possível afirmar que o triplo homicídio foi cometido por mais de uma pessoa. Na avaliação do delegado, os tiros foram disparados por pessoas que têm habilidades com armas de fogo e o crime tem todas as características de execução. “Isso porque os tiros acertaram em pontos letais das vítimas. Foi um crime cometido com muita perícia pelos assassinos”, disse.
O delegado informou que a polícia tem suspeitos, mas que não pode revelar mais detalhes para não prejudicar as investigações. Vizinhos das vítimas foram ouvidos e a polícia também realizou outras diligências. O condomínio não é equipado com câmeras de segurança.


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Vagas de Porteiros



Alguns anúncios sobre vagas de Porteiros








PORTEIRO Empresa contrata p/ inicio imediato porteiro c/ experiência em Condomínio. Para região de Guarulhos. Interessados entrar em contato no (11) 3925-8898 ou enviar CV para volnei@nyseg.com.br




 
PORTEIRO C/ experiência. Enviar CV p/ email tania@grupomcfernandes.com.br 
PORTEIRO Residir próximo da Lapa e da Região do Butantã, c/ exp. comprov. CV p/ mrs.coutinho@terra.com.br 
PORTEIRO M/F, Reg.Morumbi, sal. + VT, VR, convênio. (11)7733-7859 h/c olibri@olibri.com.br 
PORTEIRO C/ experiência. p/ zona. sul. M/F. CV c/ pretensão salarial., p/ email tania@grupomcfernandes.com.br 
Porteiro Regiões: Cambuci, Saúde e Ipiranga. Maior 18a., c/ exp., boas refer. Sal: R$604,64. Of: Vt, am., e odont. Comp. 10.06 (5ª f.) às 9:00h, à Av. Dom Pedro I, nº 329-Cambuci - (C/ carteira de trabalho e curriculo.)


Não somos uma empresa de empregos, mas aqui colocamos alguns anúncios para ajudar o amigo Porteiro que procura uma nova oportunidade de emprego.

Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

A segurança do condomínio depende de todos

Cuide de seu patrimônio e da vida de todos

Cuidados essenciais para para não correr riscos

A Segurança do condomínio é respinsabilidade não só do síndico, mas de todos os moradores. Abaixo, aprenda como proteger a você, sua família e seus vizinhos.

Alguns moradores são capazes de reclamar de um porteiro que interfonou para anunciar uma visita. Mas se esquecem de que o funcionário está realizando seu trabalho, já que todos devem ser identificados e anunciados antes de subir à qualquer unidade. Esta atitude, em vez de reclamação, deveria receber elogios, já que muitas vezes assaltantes conseguem entrar nos condomínios assim, aproveitando da falta de preparo de funcionários.

Outra medida bastante eficaz tomada pelos condôminos é informar ao porteiro cada vez que estiverem esperando o restaurante, a farmácia ou qualquer outro tipo de fornecedor. Alerte a portaria para que receba as encomendas feitas e peça que o avise para que vá atender o entregador na recepção. Evite deixá-lo subir, pois estará se ambientando com o edifício e vislumbrando a sua casa. Porém, se o entregador subir ao apartamento, o ideal é que o morador informe pelo interfone logo que a entrega tenha sido feita, para que o porteiro controle o tempo de permanência do portador no prédio. Isso facilita o trabalho do porteiro e ajuda na segurança de todos.

Não é recomendável deixar as chaves do apartamento na portaria: em caso de assalto, aquele certamente será um apartamento saqueado. Caso não haja outra alternativa, aconselha-se deixar as chaves com o vizinho, e os cômodos que não serão utilizados trancados.

É importante também que moradores e funcionários combinem uma senha, a ser mudada regularmente, para que em casos de perigo a mesma seja usada. Presentes chegados de surpresa também devem ter um cuidado especial. Devem ficar retidos na portaria, não permitindo que o entregador suba para levar pessoalmente. Depois, ou o morador desce para buscar ou um funcionário entrega na unidade.

O morador, quando receber uma chamada da portaria, deve se certificar de que o assunto realmente é com ele, para então depois descer. Não há necessidade de se expor desnecessariamente.

Ao chegar de carro ao prédio, e perceber pessoas estranhas ao redor, dê voltas com o carro até se certificar de que as mesmas não estão mais por ali. Muitos assaltos são praticados desta forma: espera-se que um morador encoste com o carro e, antes mesmo do portão se abrir, o motorista é rendido.

É de extrema importância que a boa aparência de alguém não influencie nas regras básicas de segurança. Nem sempre quem está bem vestido é mais honesto que outro mal vestido. Não se esqueça de que as aparências enganam.

Moradores devem evitar comentários sobre seus bens e ganhos na frente de funcionários, e pedir aos mesmos que não comentem seus hábitos com amigos - mesmo que sejam porteiros da redondeza.

Nem mesmo a garagem do condomínio é totalmente segura. Todos já ouviram falar em casos de furtos nas garagens. Portanto, feche sempre seu carro, acione o alarme, e nunca deixe embrulhos à vista. Evite deixar a chave com porteiro e, nos casos de necessidade, faça um seguro específico contra acidentes e furtos na garagem.

Os síndicos devem ter cuidados também na hora de contratar os funcionários do edifício. Nem sempre 'ser amigo da empregada do 402' é garantia de um funcionário confiável.

Os candidatos nunca devem ser atendidos no apartamento, e sim na portaria. Todos os documentos devem ser exigidos (antes de iniciar o trabalho) e referências sobre empregos anteriores são fundamentais. Enfim, todos devem ter consciência de suas funções, sejam funcionários, moradores ou visitantes. E se o assalto acontecer, ninguém deve reagir, afinal muitas vidas estarão em jogo. Procure apenas guardar as características dos assaltantes, como cor, altura, cabelos, modo de falar, marcas no corpo e até possíveis apelidos. Isto ajudará o trabalho da polícia.



Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Disfarces mais comuns dos ladrões de condomínios

Disfarces mais comuns dos ladrões

Assembléias Atrativas 
O cuidado com a segurança dos condomínios deve ser sempre um tema preocupante. Assaltantes se aproveitam de deslizes do esquema de segurança para driblar porteiros, seguranças, zeladores e até mesmo condôminos.
Mesmo com amplos investimentos em equipamentos e sistemas de vigilância, cuidados básicos devem ser tomados para impedir que bandidos enganem os profissionais da portaria e consigam facilmente entrar na área reservada do condomínio.


Bandidos costumam adotar "fantasias" para driblar a atenção.


Pensando nessas situações, pesquisamos e elaboramos uma tabela com dicas e cuidados a serem colocados em prática que auxiliam a desmascarar os assaltantes. Com simples ações é possível evitar constrangimentos e não colocar em risco a segurança de funcionários e moradores.

Veja a tabela abaixo e entenda como agem os bandidos e estratégias para evitar invasões.



Dica: imprima esta página e afixe-o na portaria, elevadores ou áreas comuns


O DISFARCE
COMO ENTRAM
COMO EVITAR
Funcionário de concessionárias
de serviços públicos
Alegam ter de fazer reparos dentro de algumas unidades, ou no caso do carteiro, ter de entregar em mãos determinada correspondência- Pedir crachá com foto
- Não permitir a entrada nas unidades, se o serviço não foi solicitado pelo morador
Oficla de Justiça ou Advogado
Procuram forçar a entrada no condomínio sem se identificar, ou apresentando documentos e identidades falsosOrientar o porteiro para não mudar os procedimentos de segurança de acordo com a aparente autoridade de quem quer que seja. Só permitir a entrada se o morador autorizar
Banhistas
Casos no Rio de Janeiro. Geralmente em dupla, de sunga e chinelo invadem o prédio e levam o produto do furto em uma mochila.O porteiro tem de estar atento e conhecer os moradores do prédio. Não abrir o portão para estranhos antes de obter autorização da unidade a que se dirigem
O "bem-vestido"
- Homem de terno entra a pé pela entrada de pedestres ou pela garagem, quando um morador chegava com seu carro
- O porteiro não desconfia de nada porque o homem está bem-vestido
- Logo em seguida é rendido pelo invasor, que o obriga a abrir o portão para seus comparsas

Orientar o porteiro para não mudar os procedimentos de segurança de acordo com as vestimentas das pessoas ou aparência de status social
O “Conhecido”
- Aproveita-se da entrada de uma pessoa no prédio para "pegar uma carona" no portão aberto dos pedestres
- Para não despertar suspeitas, diz alguma coisa para a pessoa que está entrando, parecendo ao porteiro que ambos se conhecem
Outra vez, vale a atenção do porteiro. Se ficar na dúvida se conhece ou não a pessoa que entrou, deve abordá-la e perguntar para que unidade se dirige
De carro
- Embicam o carro na garagem e buzinam
- Como “passageiros” de veículos de entrega que entram na garagem
O porteiro deve ser extremamente rigoroso na identificação do carro e do motorista. Jamais abrir o portão para veículos que não se identificam
Funcionário de instituição de caridade
- Caso relatado no Rio. O ladrão tinha uma lista com pessoas que freqüentemente faziam doações a instituições, e anunciou o apartamento e o nome de uma senhora que queria "visitar". A condômina autorizou a entrada e foi assaltada.- Confirmar se morador requisitou a presença do funcionário. Se não, não permitir a entrada, mesmo que o morador autorize.
Corretor de imóveis
- Bem vestido, em geral num grupo de dois ou três, apresenta-se como corretor de imóveis e diz que vai visitar determinado apartamento- Confirmar se morador requisitou a presença do corretor. Se não, não permitir a entrada, mesmo que o morador permita.
- Alertar porteiros para não deixar desconhecidos entrarem, mesmo que estejam "bem vestidos".
“Dona Ana”
- Apresenta-se na portaria e diz que vai no apartamento da "Dona Ana". Como este é um nome muito comum, alguns porteiros têm caído no golpe.- Só permitir a entrada após autorizado pelo morador
Entregador de encomendas
(pizza, flores, cestas de café da manhã e outros)
De dois modos:
1. diz que vai subir em determinada unidade para entregar;
2. Chama o condômino ou um empregado seu para receber, e o rende assim que a porta é aberta
- Não permitir a subida de entregadores às unidades, em nenhuma hipótese
- Antes de abrir o portão para receber a encomenda, o porteiro deve confirmar se o respectivo condômino a aguarda
- No caso de flores e presentes-surpresa, o melhor é que o próprio porteiro receba
- Outra garantia é instalar um "passador" de encomendas, para não abrir o portão nestes casos


Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Ladrões sequestram bebê para roubar condomínio



Criminosos sequestraram a neta de três meses e a nora de uma empregada doméstica de uma das vítimas




Em menos de 24 horas, o que parecia um plano infalível levou para a cadeia um ladrão e permitiu à polícia identificar outros quatro acusados de invadir um condomínio e roubar dois apartamentos em Moema, na zona sul de São Paulo. Os criminosos sequestraram a neta de três meses e a nora de uma empregada doméstica de uma das vítimas para obrigar a funcionária a levá-los ao prédio.

“O que os bandidos não sabem é que, agindo assim, eles deixaram uma série de rastros”, afirmou o delegado Oswaldo Nico Gonçalves supervisor do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra). Osbel Lima da Costa, de 43 anos, foi preso em flagrante sob acusações de roubo, sequestro e formação de quadrilha. Ele é acusado de cuidar do cativeiro das vítimas. “Os outros quatro ladrões também foram identificados”, disse Nico.

A ação dos bandidos começou às 17 horas de anteontem, quando a empregada Célia Maria da Silva, de 52 anos, saía da igreja na qual havia assistido a um culto religioso com sua nora Iara Oliveira Gomes Beraldo, de 18 anos, e sua neta Maria Eduarda. Os bandidos dominaram as três e levaram Iara e seu bebê para um cativeiro na Rua Aurélio de Campos, na Vila Alide, em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo.

Em seguida, disseram a Célia que, se quisesse ver de novo a neta e a nora, devia levar os ladrões à casa de sua patroa, Hortênsia D’Asti, de 86 anos. Os criminosos obrigaram Célia a levá-los em seu carro - a empregada era autorizada a entrar na garagem do prédio com seu veículo.

Quando chegaram ao condomínio, na Rua Tuim, o porteiro abriu a garagem. Os bandidos subiram com Célia até o apartamento. Um estava lendo a Bíblia e outro abraçava a empregada, dando-lhe beijinhos para disfarçar. Primeiro, entraram no apartamento de Hortênsia. Queriam joias, dinheiro, tudo o que pudessem levar.

Depois de revirar o imóvel no 17º andar, os criminosos foram para o apartamento do filho de Hortênsia, no 18º andar. Ali dominaram o advogado Oswaldo D’Asti Luis, de 61. Oswaldo foi espancado pelos bandidos, que ameaçaram atirar em sua boca ou em seu ouvido caso não revelasse onde estava o cofre. “Ele não tinha cofre nenhum em casa, mas os bandidos não acreditavam”, afirmou o delegado. Os criminosos ficaram duas horas no prédio e fugiram levando joias em duas caixas de papelão. Pouco depois, libertaram a neta e a nora da empregada doméstica.

O Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) foi avisado do crime e uma equipe do grupo de atendimento de locais de crime do Garra foi deslocada para investigar. Os policiais apanharam pistas deixadas pelos ladrões e localizaram o cativeiro em Ferraz de Vasconcelos.

Ali foi preso Osbel, que, segundo a polícia, contou aos policiais que o grupo havia recebido informações sobre a empregada de um vizinho de Célia, que está foragido. Osbel não quis depor. Ele já foi preso antes por roubo, furto e tentativa de homicídio.

Essa foi a primeira prisão em flagrante feita depois que o Deic montou o novo esquema de investigação de roubos a condomínios, em 1º de setembro. De 1º de janeiro de 2008 a 30 de junho deste ano ocorreram 223 roubos considerados “sofisticados” a casas e prédios em São Paulo.

Emidio Campos
Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Pinheiros lidera ranking de roubos a condomínios em SP




Pesquisa realizada no Estado de São Paulo sobre roubos a condomínios mostra que os bairros de Pinheiros (1º lugar), Vila Mariana (2º) e Morumbi (3º) lideram esse ranking na capital paulista. Os bandidos mais armados e organizados concentram-se na capital. Usam fuzis, submetralhadoras e preferem atuar na quarta-feira, dia que concentra 19,96% dos registros.

Responsável pelo trabalho, a Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) dissecou 317 casos registrados no Estado de São Paulo de 2005 a 2009. A explicação para a concentração dos roubos nas zonas oeste e sul da capital e em cidades como Campinas e Sorocaba é fácil para a polícia. "O ladrão vai onde o dinheiro está", disse o delegado Antonio Carlos Heib, da Delegacia Especializada em Combate a Roubos e Condomínios do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

A proliferação desse tipo de crime levou o secretário da Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, a criar, em setembro de 2009, uma delegacia especializada nesse delito. Depois disso, 14 (66,6%) dos 21 casos de arrastão investigados foram esclarecidos pelo Deic. Muitos dos ladrões de condomínio atuais são velhos conhecidos de Heib, gente que ele buscava quando trabalhava na Divisão Antissequestro. "São bandidos perigosos", disse Heib.

A pesquisa mostra que, de 2005 a 2009, 313 criminosos foram acusados desse crime no Estado - a maioria é branca (40,4%) e tem o ensino fundamental completo (32%). Em 32,2% dos casos, os ladrões agiram encapuzados e em 74,8% deles, os criminosos tinham armas de pequeno porte. 


As informações são do jornal 
O Estado de S. Paulo.

Emidio Campos

Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

Pinheiros lidera ranking de roubos a condomínios em SP




Pesquisa realizada no Estado de São Paulo sobre roubos a condomínios mostra que os bairros de Pinheiros (1º lugar), Vila Mariana (2º) e Morumbi (3º) lideram esse ranking na capital paulista. Os bandidos mais armados e organizados concentram-se na capital. Usam fuzis, submetralhadoras e preferem atuar na quarta-feira, dia que concentra 19,96% dos registros.

Responsável pelo trabalho, a Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) dissecou 317 casos registrados no Estado de São Paulo de 2005 a 2009. A explicação para a concentração dos roubos nas zonas oeste e sul da capital e em cidades como Campinas e Sorocaba é fácil para a polícia. "O ladrão vai onde o dinheiro está", disse o delegado Antonio Carlos Heib, da Delegacia Especializada em Combate a Roubos e Condomínios do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

A proliferação desse tipo de crime levou o secretário da Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, a criar, em setembro de 2009, uma delegacia especializada nesse delito. Depois disso, 14 (66,6%) dos 21 casos de arrastão investigados foram esclarecidos pelo Deic. Muitos dos ladrões de condomínio atuais são velhos conhecidos de Heib, gente que ele buscava quando trabalhava na Divisão Antissequestro. "São bandidos perigosos", disse Heib.

A pesquisa mostra que, de 2005 a 2009, 313 criminosos foram acusados desse crime no Estado - a maioria é branca (40,4%) e tem o ensino fundamental completo (32%). Em 32,2% dos casos, os ladrões agiram encapuzados e em 74,8% deles, os criminosos tinham armas de pequeno porte. 


As informações são do jornal 
O Estado de S. Paulo.

Emidio Campos

Gestor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com

E Mail do Consultor - comercial@leoneservicos.com.br - Skype emidiocampos

Policia Militar de São Paulo

Policia Militar de São Paulo
Apoio Leone Terceirizações

Doação de Orgãos

Faça a campanha em seu condominio
POR QUE DOAR?A carência de doadores de órgãos é ainda um grande obstáculo para a efetivação de transplantes no Brasil. Mesmo nos casos em que o órgão pode ser obtido de um doador vivo, a quantidade de transplantes é pequena diante da demanda de pacientes que esperam pela cirurgia. A falta de informação e o preconceito também acabam limitando o número de doações obtidas de pacientes com morte cerebral. Com a conscientização efetiva da população, o número de doações pode aumentar de forma significativa. Para muitos pacientes, o transplante de órgãos é a única forma de salvar suas vidas.Saiba mais no Site:http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/transplante-de-orgaos/doacao-de-orgaos.php
Divulgação Emidio Campos:. Consultor de Segurança

Evento Jovem Brasileiro

Evento Jovem Brasileiro
Gestor de Segurança Emidio campos

Veja como aumentar a segurança do seu condomínio



Arquivo do blog

Evento Jockey Club

Evento Jockey Club
Leone Serviços

Leone Serviços de Portaria

Leone Serviços de Portaria
Treinamento Israelense

Lei 4591/64 sobre Condomínios

Lei 4591/64 sobre Condomínios
Clique na foto e Leia esta lei