Leone Serviços

Leone Serviços
Portaria Limpeza Zeladoria Motorista

Escreva abaixo para pesquisar assuntos tratados neste Site

Google+ Followers

Leia mais Noticias deste Site

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Bandidos tentam roubar condomínio em Sorocaba SP






Na noite deste sábado, seis homens armados tentaram assaltar casas em um  condomínio de Sorocaba, no bairro Cajuru.

Segundo a polícia, uma moradora foi rendida e os criminosos roubaram a chave da casa dela.O vigia que estava no local, estranhou a movimentação e foi até a casa ver o que estava acontecendo. Lá, os bandidos também renderam ele e escutaram no rádio do segurança  que a polícia havia sido chamada.

Os ladrões conseguiram fugir levando o carro e a motocicleta das vítimas, que foram abandonados a cem metros do local. 

A polícia investiga o crime.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Suspensa obra de condomínio em Búzios







RIO - Novo capítulo na polêmica envolvendo a construção de um condomínio de 221 casas na Praia da Gorda, em Búzios, na Região dos Lagos. No fim da tarde desta segunda-feira, a juíza Alessandra de Souza Araújo, da 1ª Vara de Búzios, deferiu liminar suspendendo as obras do empreendimento Gran Riserva 95. A decisão atendeu a medida cautelar proposta pelo Ministério Público estadual, que, após reportagem publicada na edição de 23 de janeiro do GLOBO, abriu um inquérito para apurar irregularidades no licenciamento do condomínio. O empreendimento está localizado numa Zona de Preservação Ambiental que abriga o Mangue das Pedras, um tipo raro de ecossistema, segundo pesquisadores.
Prazo para cumprimento da sentença é de 48 horas
Embora a empresa responsável pela execução do projeto, a construtora Andrade Almeida, e a prefeitura afirmem que o condomínio está de acordo com a legislação ambiental e urbanística, a sentença proferida ontem foi baseada nos argumentos de que "nenhum estudo hidrogeológico sobre as águas subterrâneas foi apresentado, bem como nenhum levantamento geológico que embase a utilização das encostas do morro que garantisse a integridade do Mangue das Pedras". A decisão também destaca que "o empreendimento encontra-se em desacordo com o Plano Diretor de Armação dos Búzios de 2006".
O prazo estabelecido pela juíza para o cumprimento da sentença é de 48 horas. O descumprimento da decisão pode acarretar em multa diária de R$ 30 mil e a prisão dos responsáveis pelo empreendimento.
Segundo o promotor Leonardo Kataoka, da 1 Promotoria de Tutela Coletiva do núcleo de Cabo Frio do Ministério Público, a medida cautelar teve o objetivo de preservar a área até que seja interposta a ação principal pedindo anulação das licenças concedidas pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a prefeitura de Búzios para a construção do empreendimento na Praia da Gorda.
- A medida cautelar está sendo proposta para preservar a área até a ação principal, quando será pedida a nulidade das licenças ambientais e urbanísticas para o empreendimento. Com a liminar paralisando as obras, daqui a 30 dias entraremos com a ação principal - explica Kataoka.
A construção das primeiras 54 casas previstas no condomínio Gran Riserva 95 está em fase inicial. Em abril, moradores de áreas vizinhas ao empreendimento denunciaram à polícia que retroescavadeiras faziam a limpeza e a terraplanagem em parte do terreno próxima à orla. O serviço teria eliminado seixos brancos - pedras raras, fruto da sedimentação geológica durante milhares de anos - comuns na Praia da Gorda. O caso é investigado por inquérito policial instaurado na 127ª DP(Búzios).
A incorporadora Península, responsável pela venda das unidades do Gran Riserva 95, afirmou que o empreendimento atende a todas as exigências legais ambientais e urbanísticas. Segundo a empresa, as obras foram licenciadas pelo município e pelo Inea. A construtora Andrade Almeida foi procurada pela reportagem, mas até a noite de ontem não havia se pronunciado sobre o assunto.
Secretário diz que prefeitura vai recorrer
O secretário de Planejamento e orçamento de Búzios, Ruy Borba, afirmou ontem que o município vai recorrer para que as licenças emitidas continuem válidas. O secretário acrescenta que o projeto imobiliário está de acordo com a legislação municipal.
- O empreendimento tem todas as licenças urbanísticas e ambientais. As licenças foram renovadas, com base em outras concedidas em gestões anteriores. No caso ambiental, a licença está baseada numa anterior emitida pela antiga Feema (Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente) e foi renovada pelo Inea. A prefeitura vai recorrer pela manutenção dos atos administrativos que considera regulares - afirmou Borba.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Encontrada em condomínio carreta roubada





Jundiaí SP: Durante patrulhamento de rotina, realizado pela rua Alberto Belezo, no Distrito Industrial ‘FazGran’, em Jundiaí, os soldados Belasco e V. Pereira localizaram, na altura do número 2.150, uma carreta (semi-reboque) com queixa de roubo.

Segundo os PM’s, a carreta, de placas GUV4204, havia sido roubada na cidade de Itatiba há poucos dias, quando descarregava carga de açúcar. Na ocasião, o motorista havia parado para atender seu celular, quando foi abordado por indivíduos armados que, mediante grave ameaça, obrigaram a entregar o cavalo mecânico, que até o momento não foi localizado.

Após ser encontrado, o semi-reboque foi aprendido no pátio Gastaldo, em Jundiaí, onde permaneceu à disposição do proprietário, sendo a ocorrência apresentada no 5º Distrito Policial de Jundiaí.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Bombeiros resgatam jacaré em condomínio


Bombeiros resgatam jacaré em condomínio na Paraíba
Um vizinho inesperado fez uma visita aos moradores de um conjunto habitacional de Bernardino Batista, na Paraíba, na tarde do último domingo, 27. Um filhote de jacaré de aproximadamente um metro de comprimento estava no local, "tranquilo", como afirma o Corpo de Bombeiros do município de Cajazeiras, que capturou o réptil e o encaminhou ao Ibama.


Os bombeiros foram acionados por moradores por volta das 17h. "Fomos em três: dois soldados e o sargento e imobilizamos o jacaré com a vara de manobra, aquela que tem um laço na ponta", conta Edileudo Sousa, soldado do 5º Batalhão de Bombeiros Militares de Cajazeiras. A ocorrência não surpreende, já que nas imediações de Bernardino Batista existe um açude habitado pelos jacarés.  

O animal não mostrou resistência à investida do trio e foi levado ao batalhão. Foi lá que passou a noite, dentro de um tambor com água, "e não deu trabalho, é bem tranquilo", garantiu o soldado.

Na manhã desta segunda-feira, perto das 8h30, os bombeiros levaram-no para a sede do Ibama em Sousa, a cerca de 50 km de Cajazeiras, na caçamba da Toyota Hilux do batalhão.

Desde então o jovem jacaré aguarda dentro de uma jaula a transferência para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Capebelo, também na Paraíba. Para comer, recebe carne vermelha e de frango "cruas, do jeito que gosta", explica o chefe substituto do escritório do Ibama de Sousa, Fábio Diniz.  

O especialista explicou que jacarés não são nativos da região e que foram levados "há muito tempo" para lá. Mesmo assim, conseguiram se reproduzir e frequentemente são encaminhados para o Ibama por fazerem 'visitas' aos paraibanos. 


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Bahia ganha condomínio de industrial de R$ 1,3 bilhão



Com um investimento de R$ 1,3 bilhão e previsão do início das obras ainda em 2012, está sendo instalado, no município de Simões Filho, o Cone Aratu, um condomínio de negócios voltado para o desenvolvimento de infraestrutura e competências logísticas integradas. Trazido para a Bahia pela empresa Cone S/A, o CEO do grupo, Marcos Roberto Dubeux, apresentou o empreendimento numa coletiva de imprensa ontem em Salvador. 

“Trata-se de uma plataforma de infraestrutura multimodal que está sendo montada no Complexo de Aratu, numa área de quatro milhões de metros quadrados. O investimento será aplicado até 2022 e visa fortalecer o plano logístico da Bahia”, diz.

O Cone Aratu é um condomínio de negócios que somente na fase de construção vai gerar 20 mil empregos diretos e indiretos nos próximos dez anos. A expectativa de investimento inicial durante a fase de terraplanagem é de R$ 50 milhões. “A empresa Rapidão Cometa é a primeira a fechar parceria e irá ocupar uma área de 20 mil metros quadrados de galpões”, frisa o empresário.



Dubeux citou a vantagem estratégica da escolha do estado da Bahia para a implementação do projeto. “O complexo Baía de Todos os Santos é considerado uma das melhores áreas de atracação para navios do hemisfério sul. Também foi levado em conta o fato de a Bahia ter a maior costa estadual do Brasil e sua proximidade com a região Sudeste”, cita.
Multicenter com infraestrutura hoteleira
O Cone Aratu terá a área destinada a galpões logísticos industriais, pátio de contêineres e estocagem de mercadorias, além da conexão ferroviária, redex, para apoio a exportação, truck center e armazéns frigoríficos. 
O CEO do grupo ainda fez menção ao espaço Multicenter contendo infraestrutura hoteleira para executivos e edifícios empresariais.

“Vamos fornecer o serviço de concierge, visando orientação empresarial com hospedagem para sites, estudo de mercado, infraestrutura e licenciamento, além de consultoria em geral e segurança patrimonial”, pontua.
Ele ressalta a localização estratégica do empreendimento, situado próximo a Salvador e Região Metropolitana, Feira de Santana e Camaçari. “Estamos próximos dos modais ferroviários através da Ferrovia Centro Atlântica, rodoviário, pela BR-324, aquaviário – portos Aratu e Salvador - e aeroviário com o Aeroporto Luiz Eduardo Magalhães”, adianta.

Dubeux destacou que a empresa vai desenvolver três projetos de desenvolvimento no Cone Aratu – Multimodal, Plug & Play e Multicenter e a geração estimada em impostos é da ordem de R$ 160 milhões. 
A Cone S/A também é responsável pela implementação do Cone Suape, em Pernambuco, iniciado em 2007 e recebeu aportes de R$ 2 bilhões.
O projeto Cone Aratu vai se integrar ao Cone Suape dotando o Nordeste brasileiro com infraestrutura de negócios para área de logística multimodal.
Marcos Roberto Dubeux salientou incentivos que recebeu do município de Simões Filho e anunciou entendimentos com o governo do Estado para o recebimento de apoio sob a forma de incentivos tributários.
“Também pleiteamos junto ao governo federal. Trata-se de um megaempreendimento com enorme potencial de geração de empregos e vital para o desenvolvimento logístico do Nordeste” (AN)



Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Assaltantes invadem condomínio no Guarujá





Crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (30). Crimonosos fugiram do local com o carro da vítima.
Cinco homens invadiram uma residência em um condomínio fechado em Guarujá, no litoral de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (30), e fizeram uma família refém. Não há informações sobre feridos ou que foi roubado.

De acordo com informações da Polícia Militar, um grupo de pessoas invadiu uma casa no condomínio particular Jardim Acapulco, próximo a praia de Pernambuco, por volta das 7h30 desta quarta-feira e fizeram uma família refém. Em seguida os assaltantes fugiram do local com o carro da vítima.

Ainda não há informações sobre o que foi roubado ou quantas pessoas haviam dentro da residência.

Após a fuga, o automóvel foi abandonado em uma região de mata. As buscas estão concentradas em um bairro próximo ao local do assalto. 


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

terça-feira, 29 de maio de 2012

Prédio treme no Rio de Janeiro e assusta trabalhadores






Um tremor no edifício de 13 andares localizado no número 70 da Rua do Passeio, no centro do Rio de Janeiro, assustou na manhã desta segunda-feira as pessoas que estavam no prédio. O forte barulho e as trepidações fizeram com que a maioria evacuasse o local.

A funcionária de uma empresa de turismo que fica no oitavo andar do prédio, Aline Freitas, de 35 anos, contou que, ao perceber o tremor, por volta das 8h30, ela e seus colegas abandonaram o edifício.

De acordo com Aline Freitas, não foi a primeira vez que ela sentiu a estrutura balançar. "Sempre treme o prédio aqui, mas eles [os síndicos] dizem que é normal. Hoje, porém, foi mais forte. A gente não vai esperar o prédio cair para descer", disse.

De acordo com o síndico do prédio, Rodrigo Andrade, as trepidações podem ter ocorrido em função da obra de um prédio vizinho, que fica na Rua das Marrecas, transversal à Rua do Passeio. Andrade disse que, ao receber as reclamações, entrou em contato com o responsável pela construção.

"O  engenheiro responsável pela obra me assegurou que o edifício está sendo monitorado e disse que as trepidações estão dentro da normalidade e não oferecem risco à infraestrutura. Foi só um susto", disse.

Para o gerente de uma loja de utensílios que fica ao lado do prédio, Marco Aurélio Batista, de 28 anos, o susto foi grande. Ele, que estava arrumando o estoque, procurou sair do estabelecimento com medo de ocorrer um acidente grave.

"Saiu todo mundo correndo com medo. A Defesa Civil falou que o prédio está liberado, mas mesmo assim a gente está com receio de entrar na loja. Aqui no Rio tem vários prédios caindo, ainda mais que esse [referindo-se ao que tremeu] tem mais de 100 anos, aí fica difícil de se trabalhar. A gente trabalha com medo", completou.

Inspeção

Segundo a Defesa Civil Municipal, os engenheiros inspecionaram todo o prédio e constataram que não há riscos de desabamento. O órgão confirmou ainda que o tremor foi mesmo em virtude de um bate-estacas [equipamento utilizado para enterrar estacas no solo, em grandes construções] da obra da Rua das Marrecas.

No último dia 15, parte do prédio em que funcionava o bloco carnavalesco Cordão da Bola Preta, na esquina das ruas do Lavradio e da Relação, também no centro da capital fluminense, desabou. 

Duas pessoas que passavam pelo local sofreram ferimentos leves. Antes, em janeiro, três prédios desabaram na Avenida 13 de Maio, também no centro, deixando 17 mortos e cinco ainda desaparecidos.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Vídeo do Fielzão provoca ira dos São Paulinos





A rivalidade entre corintianos e são-paulinos ganhou um novo capítulo virtual neste início de semana.
A direção do clube alvinegro está perto de fechar um contrato com a Osram para a confecção de um telão de 3.600m², que será instalado na fachada leste do Fielzão. E não se esqueceu de um rival nem nessa hora.
O filme oficial do telão vazou na rede e, no fim de seus 67 segundos, exibe o placar do futuro estádio mostrando a mais nova vitória alvinegra: 2 a 0 sobre o São Paulo.
O clube do Morumbi é o preferido de Luis Paulo Rosenberg, vice corintiano, quando o tema é provocação. Da boca do cartola já partiram insinuações de que o estádio rival é um panetone (cheio de frutinhas), entre outras.
Veja o vídeo abaixo e tira suas conclusões: foi ou não provocação?


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Condomínio de classe média é novo alvo de arrastão


prédio sofre arrastão na aclimação
Na semana passada, a Secretaria de Segurança Pública confirmou o aumento no número de casos de arrastão a condomínios na capital paulista em 2012. Foram 13 crimes desta modalidade até a última sexta-feira (25), o mesmo total registrado ao longo de todo o ano de 2011. Embora preocupante, o número em si não revela um dado que, segundo especialistas, é ainda mais grave: a mudança no perfil do alvo dos criminosos. Se antes edifícios de alto padrão eram os preferencialmente atacados pelos bandidos, agora, a investida também se volta para prédios mais simples.
De acordo com o delegado Mauro Fachini, titular da 4ª Patrimônio (Delegacia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Condomínios), ligada ao Deic (Departamento de Investigação sobre Crime Organizado), a mudança no perfil dos condomínios roubados revela que quadrilhas não organizadas também passaram a fazer arrastões. 
— São pessoas que querem ganhar dinheiro fácil, rápido e sem trabalhar. Elas nunca acreditam que algo vai dar errado e que vão ser pegas.
O delegado conta que são criminosos mais fáceis de identificar e capturar, diferentemente dos integrantes de grupos especializados, cuja prisão exige uma investigação mais longa. Ele exemplifica a mudança citando a prisão de quatro suspeitos que teriam envolvimento nos arrastões em prédios nos bairros Aclimação e Vila Clemente, ambos na zona sul, na semana passada. Os casos ocorreram na terça-feira (22) e na quarta-feira (23), em um intervalo de aproximadamente 14 horas. 
— Tanto não são organizados que nós pegamos no outro dia. São pessoas que se aventuram a fazer roubo a condomínio.
O especialista em segurança pública e privada Jorge Lordello concorda com a avaliação do delegado. Segundo ele, por serem menos preparados, os criminosos optam por edifícios mais simples. 
— Em prédios de classe média, o criminoso sabe que o nível de segurança é bem menor do que em edifícios com padrão de médio a alto. Então, este despreparado faz a análise de risco em relação a um condomínio de luxo e percebe que é complicado enfrentar. Ele opta pelo edifício onde não foi feito nenhum tipo de investimento em segurança. Verifica que não tem câmera, que a guarita fica totalmente aberta, que o porteiro fica dormindo. Ele fala: "Aqui, eu aguento, é minha praia".
"Banalização do arrastão"
Lordello faz uma analogia com a extorsão mediante sequestro para explicar o que chama de “banalização do arrastão a prédio”. 
— Está acontecendo o mesmo fenômeno que ocorreu com a extorsão mediante sequestro. Ela começou com profissionais agindo em uma nova modalidade criminosa que não existia. Eles pediam R$ 2 milhões, R$ 3 milhões de resgate. Alguns destes sequestradores foram presos e essa divulgação começa a fazer com que pessoas menos preparadas apresentassem interesse. Chegou haver, na época, sequestrador pedindo R$ 3 mil.
Ele considera esse quadro um “fenômeno perigoso” e diz ser previsível a elevação das estatísticas.
— Quando você tem gente amadora vai ter uma gama maior. É natural que aumente o número de casos. Esses pequenos grupos acabam praticando delitos em maior quantidade. Por exemplo, há aquela pessoa que não tem potencial para roubar uma grande carga. Então, ela opta por um caminhãozinho com uma carga pequena. E rouba dez caminhõezinhos.
Combate especializado
Para Lordello, a investigação especializada é fundamental para coibir esse tipo de ação criminosa. Ele explica que o processo é cíclico.

— Quando a Secretaria de Segurança Pública percebeu que havia uma incidência de assaltos a prédios, o Deic criou uma delegacia especializada. Aconteceu a mesma coisa com a Divisão Antisequestro. Ela não existia. Passou a existir quando a secretaria percebeu que havia uma demanda. E o policial especializado neste tipo de ação consegue números maiores de esclarecimentos. É um fator cíclico. Você tem as gangues especializadas trabalhando e o número de casos aumenta. Criam-se delegacias especializadas, ou seja, aprende-se a combater esse tipo de crime. Este número de casos de quadrilhas especializadas começa a cair. Então, surgem os grupos amadores e os números voltam a subir.
Assista ao vídeo:







Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

domingo, 27 de maio de 2012

Piscina no 38 andar une dois condomínios



Sky Habitat (Foto: Reprodução Internet)





Quem tem medo de altura deve ficar bem longe dessa piscina. Ela é maravilhosa, mas não bastasse ficar a uma altura de 38 andares, ela também servirá como uma espécie de ponte para conectar dois prédios. Ou seja, é melhor nem olhar para baixo.
Sky Habitat (Foto: Reprodução Internet)










































O ambicioso projeto, em construção em Cingapura, deve ser finalizado até 2016, segundo o jornal Daily Mail. Com 509 apartamentos, o condomínio Sky Habitat promete oferecer vistas maravilhosas para seus moradores.
Sky Habitat (Foto: Reprodução Internet)





Emidio Campos 
Instrutor de Segurança 
http://segurancadecondominio.blogspot.com 
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Máquina caça-níquel apreendida em condomínio





O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil apreendeu, só neste ano, 370 máquinas caça-níqueis em Curitiba, representando um aumento de 200% em comparação ao mesmo período do ano anterior. A última apreensão aconteceu na noite de quinta-feira (25/05), em que 18 equipamentos foram localizados em um apartamento de luxo no bairro Água Verde, em Curitiba. 

Após intensas investigações os policiais identificaram como funcionava o acesso ao apartamento, localizado no 23º andar de um condomínio residencial no bairro Água Verde. Os apostadores ligavam para um número de celular, passavam uma senha combinada e marcavam um lugar de encontro. O motorista do cassino buscava os clientes com um veículo que a casa de jogos alugava para prestar o serviço e que tinha acesso à garagem do prédio. 

A polícia afirma que tantos os moradores quanto os porteiros do condomínio não sabiam que ali funcionava um cassino clandestino.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Achado o Zeca cachorro levado por bandidos após arrastão a condomínio




Ao reencontrar o seu cão Zeca, na tarde desta segunda-feira (28), na sede do Deic, Zona Norte de São Paulo, o dono Cristiano Maffra parecia emocionado. Zeca foi levado por assaltantes na terça-feira (22), durante um arrastão em um condomínio na Aclimação, Zona Sul. O cachorro foi encontrado nesta segunda, em uma favela na Zona Leste da capital.


“É como um filho voltando para casa. Não tenho palavras para agradecer todo o apoio que recebi e o esforço das pessoas em encontrar o Zeca. Agora, é recuperar o tempo perdido e cuidar dele, que parece estar com sede e não deve ter se alimentado direito. Prometo uma noite com carnes nobres para ele”, brinca Maffra.
Cão Zeca foi localizado nesta segunda-feira em favela (Foto: Nathália Duarte/G1)Cão Zeca foi localizado nesta segunda-feira
em favela (Foto: Nathália Duarte/G1)
Segundo o dono, o cão foi encontrado em um terreno abandonado. “Foi muita crueldade terem levado o cachorro. Durante o arrastão, um dos assaltantes se encantou com ele e decidiu levá-lo. Os últimos seis dias foram muito complicados e cansativos”, conta.
Zona LesteA Polícia Civil disse que o animal estava com crianças em uma favela. A localização do cão ocorreu depois da prisão de três envolvidos no roubo. As detenções aconteceram no sábado (26) na favela do Violão, no Parque Novo Mundo, Zona Norte.
Integrantes da 4ª Delegacia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Condomínios do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), responsáveis por toda a operação, também apreenderam um carro utilizado no roubo. As vítimas reconheceram os acusados, segundo a polícia.

O grupo responsável pelo ataque mantém a base de operações na região do bairro Monte Kemmel. Mas acabaram se refugiando na região da favela do Violão. A equipe da 4ª Patrimônio descobriu o novo endereço e detiveram três suspeitos.

Matéria anterior

zeca, o cachorro da hora

















Após arrastão realizado em condomínio na avenida Lacerda Franco, na Aclimação, região central da capital, o personal trainer Cristiano Maffra, morador do prédio disse ter seu cachorro Zeca roubado durante a invasão dos criminosos. No entanto, um dos suspeitos da invasão – preso na quinta-feira - afirmou que o grupo não levou nenhum cão durante a ação.

Segundo José Gonzaga Marques, delegado responsável pelo caso, o preso afirmou que o cachorro teria fugido durante o roubo. Porém, a versão do morador é outra. 



Maffra conta que, no momento da invasão, o cineasta americano Blake Farber, amigo do personal trainer que estava hospedado na casa dele, saía para passear com Zeca. Um dos criminosos teria questionado Farber se o cachorro era bravo. Quando ele respondeu que não, o bandido pegou o cachorro e levou o animal para um depósito, onde alguns moradores do condomínio eram feitos reféns.
Depois do sumiço de Zeca, amigos de Maffra iniciaram uma campanha na rede social Facebook para tentar achar o animal, que já tem quase 800 compartilhamentos.

ArrastãoO crime ocorreu por volta das 19h da terça. De acordo com o porteiro do prédio, um homem vestido como carteiro disse que precisava entregar uma encomenda para um dos moradores. Quando o portão foi aberto, os assaltantes entraram no edifício e anunciaram o assalto.
De acordo com a polícia, no total, o grupo roubou um Corsa, notebooks, joias, celulares, câmera digital, mil dólares, R$ 22.050, óculos de sol e relógios de pulso. O caso foi registrado como roubo no 8º Distrito Policial.












Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Quatro homens invadem e roubam condomínio





Adquirir um imóvel em um residencial, em local fechado, tem se tornado um tormento para muitos moradores. 
Será que toda estrutura do condomínio está a frente dos bandidos?
Na tarde de ontem, quatro homens armados, em um furgão, entraram em um condomínio, localizado no bairro do Poço em Alagoas, e assaltaram um apartamento.
A cena criminosa ocorreu sem a percepção dos moradores, no entanto, o sistema de videomonitoramento do local captou quando os assaltantes levaram aparelhos de TV, um notebook, além de outros objetos. Os bandidos entraram no apartamento após quebrarem a janela da cozinha.
As imagens já foram encaminhadas para a Polícia Civil, é o que está acontecendo na maioria dos crimes, os equipamentos não estão inibindo as ações dos bandidos e estão servindo somente para as investigações após as ocorrências acontecerem. 


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Preso suspeitos de roubo a condomínios na aclimação em São Paulo





Policiais civis prenderam quatro suspeitos de envolvimento nos roubos a condomínios ocorridos na Aclimação e na região da Vila Clementino, em São Paulo. As prisões foram feitas ontem e divulgadas nesta sexta-feira.

Segundo informações do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), as investigações apontaram que um porteiro e uma doméstica que trabalhavam no prédio da Vila Clementino tiveram envolvimento no assalto, ocorrido na quarta-feira (23).

"A empregada viu um cofre na casa da patroa. Achou que teria muito dinheiro. Tramou com o porteiro, que passou a informação para o responsável em articular um grupo para realizar o roubo", disse o delegado Mauro Fachini, titular da 4ª Delegacia do Patrimônio, segundo o Deic.

Um ajudante de 29 anos também foi preso, apontado como responsável pelo planejamento do roubo.

A polícia afirma que a troca de informações entre a equipe do Deic e e investigadores do 6ª DP (Cambuci) resultou também na prisão de um dos invasores do prédio na Aclimação. O condomínio foi assaltado na terça (22).

O personal trainer Cristiano Maffra, 34, é uma das vítimas do assalto. Ele teve até o cachorro roubado pelos 
criminosos. 

Nota: ainda o envolvimento de pessoas dentro do condomínio é um fato alarmante, neste caso o Porteiro e uma Doméstica seriam os envolvidos, a falta de análise na contratação de um funcionário e não possuir uma política de admissão tais como levantamento criminal, análise de perfil psicológico deixa a vulnerabilidade exposta do condomínio.




Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Bandidos são presos após assaltar e fazer reféns em condomínio


Ladrões foram supreendidos por cerco policial ao tentar fugirem do condomínio (Foto: TV Verdes Mares/ Reprodução)

Três homens foram presos após invadir um condomínio no Bairro Meireles, em Fortaleza. De acordo com o programa de policiamento Ronda do Quarteirão, após ter amarrado o porteiro e zelador do prédio, os suspeitos amardos assaltaram alguns apartamentos e tentaram fugir com os objetos roubados usando carros dos próprios moradores.

Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos foram impedidos de fugir por soldados do Ronda do Quarteirão, que efetuaram o cerco com três carros. A Rua Canuto de Aguiar, onde fica o condomínio assaltado foi bloqueada durante a ação da polícia.
Após o cerco, equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e Comando Tático Motorizado (Cotam) invadiram o estacionamento e renderam os assaltantes, que foram presos em flagrante. Os suspeitos e as armas apreendidas foram levados pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar para o 2º Distrito Policial, no Bairro Aldeota.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Aumenta o número de arrastões em condomínios São Paulo








Diariamente estamos vendo que os criminosos reconheceram os condomínios como um local muito fácil para a prática de delitos, somos procurados diariamente para analisar os riscos dos condomínios que hoje estão acuados e sem proteção, muitos casos de arrastão estão acontecendo em condomínios com muita estrutura de segurança mas também com muito despreparo do porteiro, estes condomínios deixam de lado o fator humano e os treinamentos dos porteiros e esta com certeza é a maior barreira do condomínio aos bandidos.
A cada 11 dias um condomínio residencial é alvo de arrastão em São Paulo. Dados da Polícia Civil mostram que houve uma explosão de casos neste ano.
De 1º de janeiro até o fim de maio, foram 13 arrastões, a mesma quantidade de ocorrências de todo o ano passado --até ontem, a Secretaria da Segurança contabilizava 12 casos em 2011, mas, após refazer os cálculos, concluiu ter havido 13.


De acordo com o Secovi (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo), foram registrados seis arrastões em condomínios só no começo deste ano. Assista ao vídeo e veja dicas para evitar esse tipo de crime.




Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Ladrões invadem condomínio em Alagoas




Assaltos a condomínios é um problema também em Alagoas, um erro do porteiro e um descuido do morador quase transformou em tragédia esta ocorrência. 
O vendedor Carlos Ferreira Neto tomou um susto quando entrou no seu apartamento térreo, do Residencial Praia Belas, no Poço. O local acabara de ser invadido por gatunos matreiros, que fugiram deixando um prejuízo de mais de R$ 5 mil. Levaram duas televisões, uma de 40 e outra de 32 polegadas, um notebook, um tablet e dois telefones celulares, cartões de créditos, além de R$ 80 mil em cheques, dos quais ainda conseguiram sacar R$ 800. 

O detalhe intrigante é que os bandidos entraram no condomínio a bordo de um caminhão baú, cujo acesso ao local só foi permitido depois que um morador do mesmo bloco onde mora Carlos Ferreira Neto ligou para a portaria e autorizou a entrada do caminhão. Este morador alega que aguardava a entrega de móveis. 

“Saí de casa às 16h20 e cruzei com esse caminhão do lado de fora do condomínio”, conta Carlos Ferreira. As câmeras de segurança registraram imagens dos ladrões entrando no condomínio minutos depois que Carlos Ferreira deixou o prédio, o que levanta a suspeita de que o grupo estava apenas aguardando a saída do dono do apartamento. Para ter acesso ao apartamento, os ladrões forçaram e conseguiram abrir uma das janelas.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Lei garante mais segurança e privacidade nos condomínios



A segurança de um condomínio começa com a fragilidade dos acessos, restringir todo complexo é sempre inibir o risco, esta lei vai de encontro a o ambiente familiar, e não como um negócio lucrativo a moradia, alugar uma vaga de garagem a pessoas alheias ao condomínio seria colocar em risco a moradia das pessoas que habitam o mesmo espaço.
Emidio Campos gestor de segurança.


A maioria das pesquisas de opinião feitas nas metrópoles sobre a necessidade primordial dos cidadãos para que se sintam satisfeitos com a vida que levam e o lugar que escolheram para morar tem como resposta: segurança! Item que algumas vezes perde apenas para uma melhor saúde e educação. Porém, sem que haja a dependência dos serviços públicos, há alternativas que trazem para a população algumas garantias de segurança, que dependem apenas da coletividade e do senso comum. Um dos exemplos é a lei federal 12.607/12, recém aprovada no Congresso Federal e que entrou em vigor no último domingo, que proíbe a locação e a venda de vagas de garagem em condomínios para pessoas de fora. O setor imobiliário foi a favor da mudança.O autor do projeto de lei, o senador pelo Rio de Janeiro Marcelo Crivella, hoje ministro da Pesca e Aquicultura, conta que durante oito anos, de 2003 a 2011, o tema foi amplamente debatido. Todos os setores diretamente envolvidos com o assunto o discutiram, como os corretores de imóveis, advogados e a indústria da construção civil, diz ele."Todos foram ouvidos para o aperfeiçoamento da lei, que tem como objetivo primordial trazer segurança aos condôminos, que muitas vezes desconhecem quem guarda o carro no mesmo estacionamento, com quem dividem a área condominial. A lei vem justamente ao encontro do anseio dos moradores de se sentirem mais seguros, principalmente as crianças e os idosos. Não é uma intervenção no direito de propriedade, como alguns julgam erroneamente", comenta Crivella, lembrando que teve a iniciativa de legislar sobre o assunto quando soube de vários casos de traficantes de drogas que locavam vagas em garagens centrais nas capitais. Guardavam seus carros com o produto ilícito, e dali o distribuíam. "Inúmeros casos chegaram ao meu conhecimento. Um esconderijo ideal para os bandidos que utilizam esses locais que não são fiscalizados, pois são privados. Eles locam ou compram vagas em edifícios centrais porque a boa localização, é claro, facilita a distribuição da droga", explica o ministro.A lei altera o Código Civil, que permite que qualquer um pode comprar ou alugar uma vaga em condomínio residencial ou comercial, mesmo que naquele edifício tenham moradores interessados na vaga. "No prédio em que moro há mais apartamentos do que vagas na garagem. Há tempo estou na fila de espera para alugar ou comprar uma delas. Sabemos que há várias alugadas para pessoas do bairro. Fica com a vaga quem paga o melhor preço. É quase um leilão. Não acho justo. Sem falar que os moradores convivem com pessoas estranhas que têm a chave do prédio e transitam pelas áreas comuns, em qualquer horário. Isso é muito desagradável. Nem conhecemos os inquilinos das vagas. Cadê nossa privacidade?", reclama a moradora de um edifício no bairro Cidade Baixa de Porto Alegre, que não quis se identificar.O ministro Crivella ressalva que a nova norma tem exceções: quando há uma autorização expressa na convenção condominial. "A lei dá poder aos condôminos decidirem para quem alugar ou vender as vagas. Isso é, com certeza, um avanço na questão da segurança e a vitória final será do bom-senso.O presidente da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de SP, Rubens Carmo Elias Filho, avalia que a alteração veio, de certa maneira, pacificar o entendimento doutrinário e jurisprudencial a respeito do tema porque, sempre visando à segurança jurídica e à patrimonial principalmente, os condomínios buscavam restringir o acesso de estranhos no ambiente condominial. "Ver estranhos utilizando uma vaga, especialmente em prédios residenciais, era algo bastante complicado, porque este cidadão que alugava a vaga ou mesmo a adquiria, mediante o ingresso nas áreas comuns do prédio, poderia utilizar outros espaços: elevadores e áreas comuns em geral, como piscinas, jardins... Então, já existia uma certa limitação a este ingresso de terceiros no ambiente condominial. A lei veio uniformizar este entendimento que já existia", observa.

Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Edifício Itália quer destituir o síndico

edifício itália


Depois de quase quatro anos pagando “alto valor de condomínio” e sem “ter retorno”, o condômino do edifício Itália Ricardo Trotta entrou com uma ação na Justiça para destituir o atual síndico e convocar nova eleição. Segundo o advogado, existe uma série de irregularidades na administração do "prédio cartão-postal" situado na avenida Ipiranga, região central de São Paulo. 

— Mensalmente, ele ganha R$ 24.800 de salário, valor que é considerado alto para a categoria. Esse dinheiro ele recebe por meio de uma empresa de administração de condomínios cujo sócio é seu filho e o endereço fica em seu apartamento residencial. Além disso, ele recebe 13º salário, que em tese é vetado por lei para terceirizados. Em dezembro de 2012, ele ganhou R$ 32 mil de 13º salário. 



Trotta está no edifício há quase quatro anos e o síndico Lorenzo Del Maffeo administra o local há oito anos. A última eleição — que acontece de dois em dois anos — foi no dia 2 de março.


— A ação é para dar um fim na péssima administração. Uma faixa de 5.000 pessoas circula pelo prédio todos os dias e não temos uma catraca para controlar o fluxo. Me sinto envergonhado de ter um conjunto aqui. Pago R$ 1.238 de condomínio e não vejo nada ser melhorado. O salário dele é mais alto que do nosso prefeito Gilberto Kassab [pouco mais de R$ 12 mil]. Além disso ainda pagamos R$ 9.000 para uma administradora. 

Apesar de não participar da ação, um dos condôminos - que está no prédio desde 1998 e preferiu não se identificar - disse que se sente “muito chateado” porque paga um valor muito maior que a “média de mercado” e não tem nada de melhoria no edifício. 

— Pago R$ 5.000 por mês de condomínio em um prédio que não tem nem garagem. São 64 ascensoristas cuidando dos 12 elevadores. Por que precisamos de tudo isso? Não seria mais fácil investir na modernização do que pagar? Gostaria que esses gastos fossem reduzidos. Não temos catracas, o acesso é fácil. Fiz uma pesquisa e vi que síndico nenhum ganha quase R$ 30 mil por mês. 



ApoioJá advogada Márcia Bull, também proprietária de um conjunto dentro do edifício Itália, afirma que analisou bem os pontos levantados por Trotta em sua ação, mas resolveu não aderir à causa. 

— Estudei bem os dados e vi que se contratarmos uma pessoa física para fazer o que ele faz gastaríamos a mesma coisa e talvez [essa pessoa] não tivesse a experiência que o nosso síndico tem. Ele já trabalhou em multinacionais e está acostumado a gerir. Tivemos muitas melhorias aqui no tempo da gestão dele. Aqui, funcionam muitas coisas. É quase uma miniprefeitura. 

Com 80 anos de idade, Lorenzo Del Maffeo diz que por seis anos foi membro do conselho consultivo do Edifício Itália. Ele era o diretor-tesoureiro do edifício e, legalmente, responsável por 23 imóveis no prédio. Com isso, quando vagou o cargo de síndico, foi indicado pelo próprio conselho, mesmo não sendo condômino. Ele confirma estar no cargo há sete anos e diz ter sido escolhido por conhecer todo o funcionamento do prédio. 

Sobre o salário, de R$ 24.900, Maffeo explica que está tudo documentado. O fato de receber por meio de uma microempresa que tem com o filho, segundo ele, é justamente para evitar os encargos que o condomínio teria se houvesse a necessidade de pagá-lo como um funcionário. Ele exemplificou que um síndico de um prédio de escritórios na avenida Paulista recebe, em média R$ 18.000. Se esse valor fosse pago em carteira, ele custaria ao prédio aproximadamente R$ 35.000. O síndico afirma que todas as acusações levantadas pelo advogado que tenta retirá-lo do cargo são falsas e que não há qualquer irregularidade no valor do salário que recebe ou nas procurações que o elegeram, com 70% dos votos. 

Edifício ItáliaO prédio foi construído em 1956 e, durante muito tempo, foi o mais alto da cidade. Seu nome é uma homenagem aos italianos que povoaram e ajudaram a construir a cidade. No 45º andar fica o famoso restaurante Terraço Itália, de onde é possível ter uma das mais bonitas vistas de São Paulo. O edifício é considerado patrimônio histórico municipal e estadual.



Emidio Campos 
Instrutor de Segurança 
http://segurancadecondominio.blogspot.com 
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

Traficante preso em condomínio de Goias






A prisão aconteceu nessa segunda-feira enquanto ele entregava 62 kg de droga para compradores do Distrito Federal
Foi preso em Goiânia um dos maiores traficantes da região, segundo o delegado responsável.

A prisão aconteceu nessa segunda-feira enquanto ele entregava 62 kg de droga para compradores do Distrito Federal. Quando ele saiu do condomínio onde a venda foi realizada, a polícia o interceptou. “Ele percebeu que não tinha saída então tentou escapar de ré, quando beteu em uma árvore”, disse o delegado.

O suspeito não chegou a atirar na polícia, mesmo tendo armas dentro do carro. Foram presos ao total dois maiores de idade e um menor. A quantidade de droga encontrada no Gol que bateu na árvore supera 1,3 toneladas.



O trabalho do Denarc (Divisão Estadual e Narcóticos) começou no começo deste ano em decorrência de outra investigação. Entretanto, após a monitoração de algumas ligações, percebeu-se que o suspeito era um traficante de potencial elevado.

Nas interceptações ele se auto intitulava “rei da maconha de Goiânia” e dizia estar com os depósitos cheios para o ano inteiro. Ele e a sua quadrilha chamavam os próprios depósitos de Denarc.

Em sua residência foi encontrada uma parte da contabilidade do traficante que vendeu cerca de R$ 664 mil reais em abril e R$ 990 mil em maio.


Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

terça-feira, 22 de maio de 2012

Os prédios mais bonitos do mundo




























































































Emidio Campos
Instrutor de Segurança
http://segurancadecondominio.blogspot.com
E mail - segurancaprivadasp@gmail.com

E Mail do Consultor - comercial@leoneservicos.com.br - Skype emidiocampos

Policia Militar de São Paulo

Policia Militar de São Paulo
Apoio Leone Terceirizações

Doação de Orgãos

Faça a campanha em seu condominio
POR QUE DOAR?A carência de doadores de órgãos é ainda um grande obstáculo para a efetivação de transplantes no Brasil. Mesmo nos casos em que o órgão pode ser obtido de um doador vivo, a quantidade de transplantes é pequena diante da demanda de pacientes que esperam pela cirurgia. A falta de informação e o preconceito também acabam limitando o número de doações obtidas de pacientes com morte cerebral. Com a conscientização efetiva da população, o número de doações pode aumentar de forma significativa. Para muitos pacientes, o transplante de órgãos é a única forma de salvar suas vidas.Saiba mais no Site:http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/transplante-de-orgaos/doacao-de-orgaos.php
Divulgação Emidio Campos:. Consultor de Segurança

Evento Jovem Brasileiro

Evento Jovem Brasileiro
Gestor de Segurança Emidio campos

Veja como aumentar a segurança do seu condomínio



Arquivo do blog

Evento Jockey Club

Evento Jockey Club
Leone Serviços

Leone Serviços de Portaria

Leone Serviços de Portaria
Treinamento Israelense

Lei 4591/64 sobre Condomínios

Lei 4591/64 sobre Condomínios
Clique na foto e Leia esta lei